Itália: Coronavírus obriga transferência de evento dos 75 anos da vitória da FEB

localizacao-feb-na-italia-75-anos

Itinerário da Excursão (Fonte: DPHCEX)

As comemorações dos 75 anos da vitória brasileira na II Guerra Mundial, programadas para datas entre 20 e 27 de abril de 2020 na Itália, foram transferidas para 21 a 27 de setembro. Foi o que informou a assessoria de imprensa da Diretoria do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército – DPHCEX, que prevê uma série de visitações em locais de batalhas históricas e a realização do IX Seminário Nacional sobre a Participação do Brasil na 2ª Guerra Mundial – Senab – 2ª GM, em Roma e Montese/MO. A notícia está no site do Departamento.

Em um primeiro momento havia a intenção de manter as datas iniciais, inclusive isso foi relatado à redação, porém, a evolução dos acontecimentos mudou todo o cronograma e setembro foi o novo mês escolhido.

Com a mudança, o foco não estará somente nos 75 anos da vitória brasileira, mas, também os 80 anos de início da II Guerra. “Em setembro de 2019, rememoram-se os 80 anos do início da 2ª GM (invasão das tropas alemãs ao território polonês). Entre os anos de 1940 e 1942, várias ações de guerra alemãs ocorreram no litoral brasileiro, gerando a declaração do estado de beligerância, por parte do Brasil, em agosto de 1942. Em 1943, foi criada a Força Expedicionária Brasileira (FEB)”, assegura a publicação oficial.

Conforme apurado pela redação, as agências, com pacotes esgotados para as festividades, já começaram a se organizar para a nova data

Mudança pelo Covid-19

A mudança de data ocorreu por conta dos problemas decorrentes do Covid-19 (Coronavírus), em todo o mundo, principalmente na Itália, onde até a manhã de hoje (23/03) haviam morrido 4.825 mortes, com 53.578 infectados. No Brasil, eram 1.620 casos, com 25 mortos. Conforme dados da Revista Exame, em todo o mundo “são 316 mil casos registrados em mais de 160 países”.

Locais com casos de COVID-19

A “excursão histórica” previa passagem por Lucca (356 casos), Roma (1.049), Pistóia (90) e Pisa (234). Outras localidades mais no interior das províncias ainda não registram o coronavírus, porém, o problema não seria só nos locais com casos confirmados e sim, nos aeroportos de entrada e saída do país, que concentram grande fluxo de pessoas do mundo todo.

Algumas cidades de aeroportos mais comuns aos brasileiros também têm casos, como Florença (186) e Nápoles (504), por exemplo. O caso mais preocupante é Milão, com 5.096 casos. O município era a porta de saída de muitos brasileiros após os festejos. Os números são do jornal italiano, Corriere della Sera.

O que se fala nas regiões de visitação da FEB?

Em Gaggio Montano, que compreende a região de Monte Castello, no grupo de facebook dos moradores (Sei di Gaggio Montano), não há alarmismo ou qualquer sensacionalismo. Porém, diariamente a comunidade troca informações sobre possível contágio em cidades próximas e sempre reforçam as medidas de segurança e higiene, como forma de precaução.

O mesmo se dá nas maiores páginas sobre Montese (We Love Montese – Per gli amanti di Montese e del suo azzurro cielo e Sei de Montese), que além de orientações, também começaram a colocar clipes musicais, como forma de dar força para os italianos que estão em casa por conta do decreto de restrições no país.

O mesmo está acontecendo em páginas de Nápoles, Lucca e mesmo de Roma, com os italianos se unindo para conscientização sobre a doença.

Em setembro as coisas devem melhorar

Conforme as autoridades italianas, até setembro de 2020, espera-se que a pandemia de coronavírus esteja com números mais reduzidos no país, com queda e curva negativa.

No Brasil, o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta previu um aumento das infecções em abril, maio e junho, seguido de estabilização em julho e agosto, e decréscimo da curva de contaminação em setembro.

No Brasil, a redução também depende da população

Para que os casos reduzam, os brasileiros também precisam colaborar, respeitando as quarentenas impostas e seguindo rígidas regras de higiene individual. Algumas medidas de prevenção eficazes são:

Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.

Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.

Evite aglomerações se estiver doente.

Mantenha os ambientes bem ventilados.

Não compartilhe objetos pessoais.

Outras informações sobre a doença podem ser consultadas aqui:

Para outras informações sobre o evento dos 75 anos e a programação completa, clique aqui.

V de Vitória com a assessoria do DPHCEX, Ansa, Corrire dela Sera, Istoé e Jovem Pan.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s